Sua fonte diária de noticias

Segunda-feira, 17 de Junho de 2024

Notícias Economia

Preço do ovo tem queda na Bahia; dúzia custa até menos de R$ 10

Devido a alta safra e o calor que vem atingindo o estado, o preço caiu

Preço do ovo tem queda na Bahia; dúzia custa até menos de R$ 10
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Após meses com o preço nas alturas, chegando a ser encontrado por R$ 26, o ovo de galinha voltou a ter uma queda, o que é bom para os consumidores. Alguns fatores, como a safra recorde que o país teve nos grãos e as mudanças climáticas provocaram essa redução no preço do alimento. A equipe passou por supermercados e feiras para pesquisar o preço do item e conversar com permissionários e clientes sobre essa redução no preço.

No supermercado Cesta do Povo da Sete Portas, a placa com 20 unidades está custando R$ 11,99 e a dúzia custa R$ 9,99. Na feira da Sete Portas, os preços variam. É possível encontrar a dúzia custando R$ 9. Cerca de um real mais barato que no supermercado. Mas, a placa está custando R$ 22, mas em compensação, contém 30 unidades, ao invés de 20 unidades como a ofertada no supermercado.

O permissionário Marcelo Andrade, que trabalha há 40 anos na feira, conversou com a equipe e informou que devido a alta safra e o calor que vem atingindo o estado, o preço caiu. “Procede sim essa informação. O preço do ovo diminuiu por conta disso. Mas apesar dessa diminuição, as vendas não aumentaram porque a carne também teve redução de preço. Quando a carne estava alta, pessoal estava comprando ovos. Mas ainda assim, estou tendo uma boa venda do produto aqui no meu box”, pontuou o feirante.

A dona de casa Jandaraci Pereira aproveitava a queda no preço, ela contou que não chegou a ficar sem o alimento no período que os preços estavam elevados. “Graças a Deus que baixou o preço do ovo. Eu fiquei por muito tempo comprando menos quantidade, mas não deixei de comprar. Mesmo com o preço que estava antes, ainda era mais barato que comprar carne. Agora que abaixou dá para voltar a comprar normal, a quantidade certa”, ressaltou a dona de casa.

Para o vigilante Adriano Soares, o preço não teve uma redução tão grande não. Ele esperava que o valor tivesse mais em conta. “No meu bairro, a placa com 30 está custando R$ 22 também. Imaginei que aqui na feira estaria um pouco mais barato. Acredito que os lugares onde o preço está mais barato, é onde os ovos vendidos são aqueles menores”, concluiu o vigilante.

O professor e consultor de finanças e economia Antônio Carvalho explicou os fatores para a queda do preço do produto. “Primeiro é bom salientar que o comportamento do preço de um produto se deve a vários fatores, como custo de produção, materiais e insumos. Isso que faz o preço aumentar ou baixar. No caso do ovo de galinha, como o Brasil teve uma ótima safra e as exportações tiveram uma queda, devido a recuperação do mercado internacional, isso contribuiu para a redução do custo de produção. Um outro fator é o aumento da oferta, devido a produção elevada, que também está sendo afetado pelo clima, pois as altas temperaturas, por ser um alimento perecível, os produtores têm pressa para escoar seus estoques”, salientou o professor.

Procurada, a Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri) informou que neste momento, as altas temperaturas em boa parte do Brasil não favorecem a cadeia do ovo, tendo em vista esse produto não suportar bem o calor e perecer mais rápido. Assim, é necessário que escoem mais rapidamente o estoque e a Bahia tem recebido esse excedente de outros estados, inclusive. E há, ainda, uma queda nos preços da ração das aves, o que reduziu o custo de produção. Esses dois fatores levaram a maior oferta do ovo, enquanto há um cenário de consumo desaquecido.

FONTE/CRÉDITOS: Tribuna da Bahia/Rodrigo Ferreira
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!